sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Preparar Pessoas (3)

Resultado de imagem para preparando filhosBom dia! 

Então, continuando com o texto de ontem, vocês perceberam nas entrelinhas , porque muita gente, prefere gastar tempo e dinheiro com bichinhos de estimação. Quando estes, são cuidados, amados, e protegidos, eles dão logo um retorno. Companhia, fidelidade, servidão, aprendem rápido a ouvir comando, estão sempre disponíveis quando seu dono está perto, comem o que lhe dão, sem reclames. Não são exigentes ou intransigentes, não dão calote em ninguém, não suspeitam mal dos donos, não agridem verbalmente aqueles que lhe cuidam , etc, etc.

Eu, não querendo ter trabalho, nem dor de cabeça com ninguém, vou caminhando por este lado. E, assumo: isto me dar prazer, me relaxa! Há coisas muito mais profundas que tudo isso, e estes, não dão conta, pela própria natureza. Não foram criados segundo a imagem de Deus, não elaboram, não fazem planos, não dialogam, não resolvem os nossos problemas de saúde, não nos ajudam nas tarefas de casa, não sorriem ou choram com a gente, não nos elogiam verbalmente, não nos dão conselhos quando precisamos... Vocês aí podem estar pensando: Cristina, não tem nem comparação! O ser humano, é ser humano, ele é muito mais completo, desde o Édem. Pois bem... Por que então, conseguimos chorar, gratificar, gastar 300, 600 1000, 2000 Reais (isto sendo humilde) com um gato doente, um cachorro doente, ou porque desapareceram. E, não nos incomodamos com um ser humano, da nossa espécie, por quem Cristo veio morrer, dar a sua própria vida? Posso vê-lo, pegando, do lixo sua comida, dormindo na rua, caído ao chão, por drogas... Orfanatos lotados de crianças querendo um pai, ou mãe, asilos lotados de idosos... "Não me incomoda! O governo tem que cuidar!" E vou levando a vida... E, já acontecia exatamente isso , na época de Jesus. A parábola do Samaritano, é uma prova disso. Muitos passaram! Cada um com o seu foco, com seus interesses, suas preocupações. Não acudiram! Quando venho refletir sobre isso, a primeira da lista que coloco, sou eu mesma. "Que estou fazendo se sou cristão?"

Há uma luz no fundo do túnel! Tem gente que cuida, que gasta tempo, que prepara, que investe, em gente. Graças a Deus por estes! Este samaritano mesmo, foi um deles...Temos muitos exemplos... José do Egito, mesmo odiado, vendido pelos seus próprios irmãos, acudiu-os na fome. Cuidou, amou-os, protegeu de muitas outras crises. Moisés, investiu em Josué e Calebe, para a continuação da caminhada com o povo. Noemi e Rute, uma, cuidou da outra até o tempo certo, com estratégias. Jesus de Nazaré, preparou muitos, para o lidar com a vida cotidiana aqui na terra. Quem você e eu, temos ajudado? Quanto temos investido de tempo e bens, na ajuda de preparação de pessoas?

Lidando todos os dias com gente, fico fazendo leituras de pessoas, e me deparo com cada coisa... Pais, que estão mais preocupados em postarem comportamentos, sorrisos, brincadeiras, poses, coisas engraçadas dos seus filhos, do que instruindo nas rotinas saudáveis, dos bons relacionamentos, da boa música, das boas conversações, da fé... Fé tem que ser ensinada, a partir de quem é Deus? Como devo ser em relação a este Deus, ao outro, a comunidade que faço parte, ao respeito a família etc.

Se, nem isto, sou capaz de preparar, de ensinar, que mundo teremos? Sei que a humanidade nunca foi nem melhor, nem pior do estamos vivendo hoje. A história, é cíclica! Mas, devo raciocinar, a partir do meu habitat. Meus filhos, meus netos, meus empregados, minha família, meus colegas de trabalho, minha igreja, conseguem me ver pelo menos parecido com Cristo? Tenho equilíbrio, maturidade para ajudar a humanidade ser um pouco melhor? Preparar gente, requer primeiro, um preparo de nós mesmos. Tenho o que, para dar ao outro? Posso contribuir para o bem viver de alguém?

Por aqui encerramos este foco de preparações de nós mesmos... 
Até mais!! Fiquem com Deus!

(Facebook)

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

Preparar Pessoas (2)

Resultado de imagem para imagem treinando cachorroPreparar pessoas...

Falando em cachorros e gatos, e pessoas, temos vistos, gente boa, inteligente, creio eu, até bem humanizada, que gastam tempo, dinheiro (não pouco), renunciam convites, porque afirmam: se não cabe meu cachorro, meu gato, não me cabe também. Uma pessoa ligada a mim, deixou de ir para uma viagem, que uma amiga havia convidado, porque a pessoa disse que não poderia levar, o gato dela, que a filha tinha alergia. "Pois não vou!" E, não viajou mesmo. 

Não sei....O que leva uma pessoa se isolar, amar, no sentido de preferir estar, com animais, que com pessoas? A gente, passou uma vida inteira, aprendendo que devemos amar os outros como a nós mesmos, e a Deus, sobre todas as coisas. Jesus,a máxima revelação de Deus ao homem, se esvaziou, e veio pessoalmente nos ensinar, a misericórdia, e o amor incondicional que devemos ter ao outro.'"Se alguém lhe convidar, a andar uma milha, vá duas com ela. Se lhe requererem a túnica, dê-lhe também a capa" E, por aí vai, as falas, e os exemplos pessoais de vida, deste Cristo, em relação os próximo, ao outro... (estes exemplos só servem para aqueles que creem neste Messias, como o enviado de Deus) 

Então....Com todo respeito, como podemos ver e conviver com pessoas, que inverteram tanto os valores desta caminhada cristã? Falarem, e viverem, a ponto de até romperem com familiares, porque um, ou outro, bateu, ou rejeitou o bicho da sua predileção, devoção... 

No ano de 1987 fui aos Estados Unidos, e nesta época aqui no Brasil, cachorro, e gato comiam os restos dos pratos de comida que ficavam á mesa, ossos, etc. Lá, eu e mais duas colegas nos sentamos à mesa para jantar, (casa muito chic) do casal que nos hospedava, e, de repente chamaram: Sun, come on please! (não sei se é assim que escreve..) Resultado: veio um cachorro lindíssimo, sentou-se à cabeceira da mesa, e com a mesma louça chic,que estávamos usando, foi colocado sopa pra ele também. Ele, do jeito que lhe é próprio, lambeu tudo, numa rapidez, e depois, uma ração foi colocado no mesmo prato. Lá, nós brasileiras, nos olhávamos, e, comentávamos em português, (ninguém, não nos entendia, graças a Deus!) Gente! que país é esse? Cachorros e gatos comem em porcelana, junto aos donos, como se fossem gente.... E, ali, nossa intérprete nos contava, que o filho havia morrido de um acidente, (embriagado) e que o cachorro era dele, então, havia assumido aquele lugar ali, como um membro da família. Eu, imediatamente falei, impulsiva como sou....Por que, não abençoar crianças, ou jovens, ou entidades que cuidam de pessoas? (lá tem um tanto de orfanato e asilos) Cachorro? Eles não tem criticidade nenhuma, eles não sabem o que é certo e errado, eles não escolhem, eles seguem a sua natureza... Farejam, ladram, comem, dormem, e estão ali, cumprindo o que seu dono ensinou....

Esta foi a deixa...A intérprete disse:O filho, não obedecia, dava muita dor de cabeça. Este Sun, este cachorro cumpre o que seu dono ensina. É obediente! Será então, que este é um viés, das trocas de afetos, de cumplicidade? Eu consigo adestrar cachorros e gatos, eu, me dou bem com eles, mas, eu não dou conta das relações com os humanos... 

Ok! O texto de hoje tá longo, vou parando por aqui hoje... 
Amanhã, iremos para o terceira parte. 
Até lá! Fiquem com Deus!

Preparar Pessoas (1)

Resultado de imagem para treinar pessoas


Preparar pessoas...

Que tarefa difícil! Preparar algo, para agradar alguém, agradar o outro, é difícil, mas, não é impossível. Preparar coisas, para se auto agradar é gostoso, é gratificante! Exemplo: enxoval do bebê, uma festa de aniversário, uma reforma na sua casa...Agora, trabalhar, construir, preparar pessoas, "moldar" ensinar, lidar com gente! Esta, tenho uma impressão, que foi a mais trabalhosa, laboriosa e demorada tarefa que o Criador deixou para a humanidade. 

O ser humano, é complexo! O manual, para criar gente, varia das mais vastas experiências pessoais particulares.."Eu fiz assim, eu deixo assim, eu não fiz isso e deu certo, puxou a raça,e por aí vai..." Pessoas, buscam, auto ajuda, ajuda de terapeutas, de padres, de pastores, dos mais variados tipos de líderes, livros, culturas, famílias, bíblias variadas, grupos de apoios, cursos de capacitação, uma infinidade de coisas, e ainda assim você não consegue, preparar a pessoa, como você um dia, planejou, sonhou... Exemplo: filhos, netos, líderes, empregados, políticos, ou qualquer pessoa, que no seu coração, você planejou ajudar, orientar, etc. 

Estava eu, lendo um texto agora, nestes dias de férias, me deparei com a seguinte afirmação: "amo estar com os meus cachorros, eles me fazem bem, é o melhor vizinho e parente que tenho..." A que ponto chegamos! Com todo carinho e respeito aos bichos.. Haja vista, não seria politicamente eu, correta, se não gostasse de algum bicho. Desculpe-me a todos e todas, que se ofendem, quando me refiro ao cachorro, ao gato chamando-os de BICHO.

Mas, vou encerrando por aqui hoje, dizendo que tem muita gente que tem muito sucesso sim, na sua caminhada de formador de opinião, de instruidor, de educador, de discipulador, de gestor de gente. Vamos conversar por aqui, conhecendo, e refletindo sobre estes muitos e muitos pais, líderes, mentores, que fizeram um ótimo trabalho, ao passar, ao compartilhar, ao dividir seus conhecimentos, suas experiências com outros. 

Fiquem com Deus! Até amanha!

sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Sucesso em 2018


Neste 2018... A pessoa continuará a mesma, em muitos aspectos. Mas, gostaria de compartilhar algo que me acompanha por muitos anos. "Sucesso, é a capacidade, de ir, de fracasso em fracasso, sem perder o entusiasmo." (Tenho até uma placa com esta reflexão, na saída e entrada da minha casa). O que são fracassos? Em que acreditei ou entendi que deveria ter feito, mas, não fui bem, não fiz, em 2017? Que metas não alcancei? Que propósitos outrora assumidos, não concretizei ou conquistei? 

Nós, muitas vezes nos auto-sabotamos, sabiam? Aí, o pior, ficamos com sentimento de culpa. Quer um exemplo bem prático? Planejar tirar um tempinho, para fazer algumas visitas a pessoas queridas, que não vemos com frequência... Aí você, não cumpre. A criatura viajou, para longe, sem perspectiva de volta, ou adoeceu gravemente, e morreu. Você fica decepcionada consigo mesma, com um sentimento de culpa, e outras coisas. 

Outro exemplo comum, é dieta de alguma coisa, para beneficiar você mesma, sua saúde. Você, quando acorda da gula! Uma semana, um mês, o ano passou. Você, eu, e muitos de nós, só aumentado o tamanho da roupa. (calcinha maior, sutiã maior, porque fica mais confortável, e ficamos na zona de conforto da gordura sem sentimento nenhum de incômodo). 

Espero que neste finalzinho de ano, nós possamos fazer esta avaliação simples, mas, muito eficiente, para algumas tomadas de consciência, mudança de algumas posturas, que entendemos ser importantes. Ontem, conversando com uma pessoinha querida, ela disse: meu Deus! O ano acabou, eu me comprometi em ler a Bíblia toda, e não faltar a nenhuma Escola Bíblica Dominical, em 2017. Parei no livro de Êxodo, e faltei algumas ebds, não muitas, mas, faltei! O pior... Deus, não falhou comigo nenhuma vez. 

Gostaria de dar uma dica. O que é sucesso? A capacidade de ir de fracasso, em fracasso, sem nunca perder o entusiasmo das mudanças! Faça seus ajustes, faça suas adaptações, sua tomadas de consciência, para melhor servir a Deus, e ao outro. Feliz 2018 aos leitores desta reflexão!  Facebook

sábado, 16 de setembro de 2017

Fidelidade Conjugal III

Refletindo o texto de Hebreus 13:4
Resultado de imagem para fidelidade conjugal 


Precisava fechar esta sequencia de textos, colocando algumas possibilidades. Todos nós, maculamos muitos votos, ou simplesmente desistimos, abandonamos. Todos nós desonramos pessoas, situações. O que fazer? Voltar atrás... Como é bom fazer consertos, fazer ajustes! Como é bom recomeçar! Como é bom restaurar! Quando eu me coloco nesta disponibilidade, eu trabalho uma série de coisas boas em mim, e no outro também. Há restaurações na vida, que ficam ou se tornam melhores do que eram outrora. Ficam mais ajustadas, mais fortes, mais" impermeáveis", mais fáceis de ser manuseadas, mais confortáveis, mais bonitas, por dentro e por fora .Imaginem vocês, quando trabalhamos com o melhor dos arquitetos! O mais confiável O mais completo, porque inicia, e termina o mesmo projeto até o fim, com tudo Dele. Só precisamos descansar nisso. Mateus 11:28." Vinde a mim, cansados e sobrecarregados" Você, mesmo cansada, ou cansado, precisa vir a Ele. Sair de onde estar, e estar no refúgio Dele. É Dele, somente Dele todo o trabalho, e o seu trabalho, é descansar Nele.É fácil? Não. Não é. Dói muito? Dói. Mexe, com toda a estrutura. Sim! Dos dois. Mas, lhe garanto, vale a pena! O refúgio humano da companhia para dias da velhice... O crescimento da pessoa humana saindo de uma crise, é mais prazeroso! A capacidade de ter desenvolvido a paciência, ter colocado o perdão em prática, a capacidade de ter se colocado no lugar do outro, vai produzir em você, muito mais virtudes. Mais maturidade, mais sabedoria, e acima de tudo mais dependência de Deus. " Quando você pensa que é fraco, aí, é que você, é forte." Encerro aqui, dizendo, que todos nós, somos fracos, somos débeis, somos somente humanos. Caímos sim, erramos sim. Ninguém é tão forte a ponto de acusar, ou apontar dedos. Diz a bíblia, que não há um justo se quer, não há quem busque a Deus, não há quem entenda. Somos todos nivelados pelo mesmo nível. Hoje, é você, é o seu casamento. Amanhã pode ser eu, ou o meu casamento. Devemos sim, ter cuidado uns com os outros, para que não venhamos desmoronar. Nunca é tarde para para sermos felizes, e fazermos felizes os outros.  (facebook)


quinta-feira, 14 de setembro de 2017

Fidelidade Conjugal II

Resultado de imagem para fidelidade conjugal

"Honrem os seus casamentos e os seus respectivos votos." Este texto, nós estamos trabalhando ele, nestes três momentos. Hebreus 13:4. Honra, no Google é: valores bondosos. Ex: dignidade, nobreza etc,etc. Votos, no Google, dentre outros, temos: promessa solene, cumprimento de uma promessa . Em tudo falando, honra, tem haver com dignidade, com valor, com louvor. Casamentos não acontecem de maneira informal, embora com todo o respeito aos que fazem do momento da cerimonia , algo descontraído, ou drama, ou teatro, ou irreverência, até para brincar com o momento. (casamento é adoração, é culto, deveria ser sublime, é um pacto.) Casamento cumpre formalidades sim. Aliança sim. Compromisso sim. Votos, sim. Momentos estes, ímpar na vida de qualquer nubente, na vida de qualquer noiva, ou noivo. Isto tô falando, em qualquer cerimonia religiosa, ou não. Aquela cerimonia "simples" no fórum, com uma só testemunha, tem o mesmo valor legalmente falando. Não quer ter compromisso com ninguém, não se case! Nos dois modelos, eles carregam no seu cerne, honra, e voto. Pelo menos isto, é o que é cobrado diante da lei no casamento. O que esperar nos dias de hoje, de jovens que já ouvem dos seus pais, do consciente coletivo, ( comunidade) das mídias, que se não der certo, separa. Isto é ruim né? O que dizer então, daquele ou daquela, que vive irresponsavelmente, as duas coisas. Trai, planeja as traições, e ainda vive, e convive com o traído, como se não estivesse fazendo nada de errado..." Eu, planejo uma parceria, eu projeto família, eu assumo alianças, eu assumo um lado, o de casado(a), faço acordos diante de mim mesma, dos que eu amo, alguns votam até diante de Deus, e da sua comunidade religiosa", e traem. E, desonra, e abandona literalmente os votos com aquela pessoa outrora amada. E, o pior que eu acho. Sabe que esta pessoa está sofrendo, sendo enganada, sendo humilhada, sendo traída, mas, não tem a dignidade, a honra, de "desfazer" o votos. Ou, lá atrás, ter contado, o que estava para acontecer. Não são dois em um? (segundo a Bíblia.) Não assumiram juntos os votos? O que é infidelidade então? Traição, o ato de adultério, segundo o Google. Infidelidade, é portanto, estar com um, e com outro. Fisicamente ou não. Na mente, ou nos dias de hoje como está comumente acontecendo, de maneira virtual. Namora-se pelas redes sociais. Quando a minha mente, o meu coração, já é de uma pessoa, e eu, me ocupo, com outrem, isto é infidelidade. Isto é macular o leito. " Vou para a cama, com duas pessoas: a que está ali comigo, e a que está lá...Na mente, no coração, virtualmente, ou literalmente, em algum lugar. (cidade, bairro, país, estado.) Termino este segundo texto, escrevendo sobre este assunto complexo, perguntando: Se você fosse o traído, como estaria agora? Como você acha que Jesus se sentiu ali, depois de três anos convivendo com Judas? Alimentando, aconselhando, dando o seu melhor para ele, incluindo-o em sua vida, especialmente na vida financeira. (era o tesoureiro do grupo) O que recebeu em troca? O beijo da traição. A infidelidade, desonra, quebra de votos, aliança rompida. O que você sente enquanto pessoa, vivendo nesta mesma situação?
Que o Eterno,nos abençoe! Que tenha misericórdia de cada um de nós! Fiquem com Deus!
PS Não somos melhores, nem piores dos que fazem estas coisas. As misericórdias do Senhor, são a causa de não sermos consumidos..  (Facebook)

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Fidelidade Conjugal I

Resultado de imagem para fidelidade conjugalNão sei como podemos falar neste ponto, neste ensinamento bíblico, nesta perseverança, sem lembrar de algumas pessoas muito próximas, queridas mesmos, que passam por estas dificuldades...Ou podemos dizer, constrangimentos. Sei, que para muitos, tem sido fácil cumprir, tem sido fácil perseverar neste intento. Para outros, creio eu, deva ser difícil! Hebreus 13:4. "Honrem o seu casamento e os seus respectivos votos;honrem também o leito conjugal que é sem mácula; porque Deus julgará todos os que são imorais ou cometem adultério". É mais fácil falar sobre relacionamento marido e mulher, do que escrever. Naturalmente são muitos anos trabalhando dentro das igrejas de Jesus Cristo, com este tema, dentro deste contexto, então, fica mais tranquilo faze-lo em palestras, em rodas de conversas, abordar estas situações. Escrever, não. Nem sempre, conseguimos expressar aquilo, do jeito que queremos. Ontem à noite, uma pessoa, me ligou pedindo exatamente isso. Cristina, gosto dos seus textos. Dá pra escrever algo sobre infidelidade no casamento, para eu, refletir junto com meu namorado? Rsrsr (ri)- Acho meio difícil...Mas, posso tentar. Falei. Aqui estou eu, com este texto de Hebreus. Por várias vezes, reflito nas dificuldades que observo dentro dos casamentos, nos relacionamentos de um modo geral, na falta de continuidade, falta de perseverança, na banalidade dos compromissos nos dias de hoje, em tudo falando...Estudos, igrejas, trabalhos, comunidades,comércio, e pasmem! Famílias. Penso que, bem menor escala, mas, ainda, acontece nas famílias. ( esta, ainda consegue se manter melhor que os outros seguimentos.) Tem gente, que é sem compromisso com quase tudo que assume na vida, inclusive família. Se o filho(a),tem dificuldades neste seguimento, o mais, tudo acontecerá. Se é meio que irresponsável, com a família de origem, por certo será, com aquela que vai construir. Por isso aquele velho ditado: bom filho, bom esposo. Boa filha, boa companheira. Dica, número 1. Prestem bastante atenção neste pequeno detalhe. Como o seu, ou sua pretendente relaciona com a sua família de origem, será mais ou menos assim com você também.
Ps. Dividirei este assunto ou tema em três etapas. Hoje, foi esta introdução.
Fiquem com Deus!!

PANELINHAS...

Resultado de imagem para grupinhos
Vez por outra, gosto de fazer algumas reflexões sobre o comportamento de pessoas, com as quais convivi, com as que convivo hoje, e até imaginar, aquelas que ainda irei conviver. Geralmente, faço comparações com as situações bíblicas, porque penso eu, ela é uma referência, é um farol, luzeiro na minha vida, e na vida de muita gente. Em vários momentos pessoas, que lideram muitos, tem sempre os mais chegados.Aqueles da "panelinha". Tem pessoas que criticam , aqueles que tem seus grupinhos...Aqueles da "panelinha" que todos temos. Não importa se é com os de casa, com os parentes, com alguns dos colegas de trabalho, com alguns dos irmãos da sua comunidade religiosa, com alguns dos colegas de sala, de algum curso que estão fazendo juntos, não importa. É uma "panelinha". Todos entendemos que temos a panelona, e dentro desta grande, temos a pequena panela, "panelinha". Estes, são mais chegados que um irmão.Hoje, lendo um texto de Mateus 26;36, me deparo, Jesus, o Messias de Deus, também com a 'panelinha" dEle." Então Jesus os levou a um lugar chamado de Getsêmani, e os mandou sentar e esperar, enquanto ia adiante para orar. levou com ele Pedro,e os dois filhos de Zebedeu, Tiago e João, e começou a sentir angústia e tristeza". Gosto das" panelinhas". Elas me dão um certo conforto, uma ideia de pertencimento .Ao longo destes meus mais de cinquenta anos, tenho acertado muito nas minhas 'panelinhas." É uma zona de conforto! Como é bom poder contar com tanta gente boa! Obrigada a todos que fazem parte destas minhas "panelinhas"!Gosto de confiar em vocês! Gosto de depender em muitas coisas de vocês, mesmo que algumas vezes, vocês estejam dormindo, como fizeram os três discípulos com Jesus. Ainda assim é maravilhoso! Não perco a fé na humanidade, não desisto de gente, e acredito que tem jeito para tudo, porque existem pessoas tão boas, quantos vocês são para mim. Desculpem-me, quando sou eu, a que dorme, ou se distrai na" panelinha' de vocês. SOMOS TODOS SOMENTE HUMANOS.
Fiquem todos com Deus!

Jesus Amou Até o Fim

Resultado de imagem para jesus amou até o fimO que seria amar até o fim? João 13:1 " E tendo amado os seus que estava no mundo, amou-os até o fim." NBV. Que coisa difícil, é amar até o fim. Sabe por que? Eu penso, que realmente não sabemos amar incondicionalmente como Ele ensinava, como Ele vivia. Em outras palavras, não sabemos amar até o fim. Primeiro, Ele veio. Não é fácil vir, especialmente à lugares que não nos querem. Não é fácil deixar uma zona de conforto grandiosa, como era a dEle, para se esvaziar de tudo, para descer literalmente até a minha estatura, (desculpa aqui, a todos que não creem desta maneira.) Viver aqui, sendo humilhado, tendo uma vida bem simples, tendo poucos amigos, e ainda um deles era diabo, diz a bíblia. Não foi fácil. O pior mesmo, foi morrer por todos, quando muito destes, nem acreditavam, e até hoje também não acreditam nisso. O que mais queremos? Se esvaziou, desceu, viveu, ensinou, testemunhou, curou, alimentou, morreu. Isto é: nos amar até o fim .E, nós? Nós? Cabe-nos murmurar do outro, reclamar da vida, prejudicar o outro, negligenciar o reino dEle aqui, nos escondendo atrás de defeitos dos outros, como se não os tivesse também. Cabe-nos, reclamar de Deus, e do mundo, acusar, julgar, postar coisas negativas dos outros, sem ter nenhuma certeza de verdades. Cabe-nos prejudicar, julgar o pior, desejar o mal ao outro, gostar quando este, está em dificuldades..Nós, não sabemos amar até o fim. Muitas vezes nem dentro de nossas,famílias, nem os nossos. Como é difícil amar até o fim! Deus, o pai das luzes, tenha misericórdia de mim, e de você também.

quinta-feira, 30 de março de 2017

Um Quarto Amigo de Jó

Resultado de imagem para eliu jó


Me saltou aos olhos, Um quarto amigo de Jó. 

Jó, desde que estes amigos chegaram para aquela visita, que ele ouvia muitas reflexões, mas, também ele dizia, ele respondia. Sabem porque? A língua, e a mente de Jó, estavam em perfeito estado de uso. Cada coisa que os amigos colocavam pra ele, ele se defendia, e falava muito. Então, neste tempo todo de conversas, de conselhos, de réplicas e tréplicas, este, mais jovem amigo, de nome Eliú, se manifestou. 

No capitulo 32, no verso 6 ele começa:"Eu ainda sou jovem, e vocês são idosos, por isso esperei, com receio de dizer o que pensava. (verso 7) " Pensei comigo mesmo: É melhor deixar que os mais velhos falem, para ensinar a sabedoria" Isso não aconteceu. Eram muitas palavras ao vento, carnais, imaturas, palavras de egocentrismo. O Ego de cada um daqueles homens, estava se confrontando. Cada um queria ser mais sábio, mais "santo" mais justo. E, Eliú então, vai refletindo e elaborando com todos ali, as verdades sensatas daquele contexto. Chegando a conclusão simples, humana, humilde de que: nada mais é, que a soberania e vontade de Deus se fazendo se estabelecendo ali, na vida de Jó. 

Com um objetivo muito maior, para uma série de aprendizados, e de crescimento humano. Ele então, resume tudo aquilo, numa espécie de 'justiça própria" de Jó. Auto piedade. "Logo eu, Senhor, justo, íntegro, bom, obediente, "servo" como posso ser tratado por Ti, sem amor, sem misericórdia, sem uma deferência...?" Aquela mania que todos temos, de querer um tratamento vip, diferenciado, "filhinhos de papai"; porque nos achamos importantes, porque nos achamos ricos, porque cooperamos mais, porque contribuímos mais... Aquela velha mania de egolatria, não sei se vocês conhecem alguém assim, conhecem? 

Ate´que Jó chegou a uma simples e corajosa conclusão, no capitulo 42, no verso 4. "Antes eu só o conhecia de ouvir falar, mas agora eu vejo o Senhor com os próprios olhos." verso 6" Por isso eu me arrependo de tudo que eu disse; de tudo que eu pensei, eu estou envergonhado, e me cubro com o pó das cinzas." Diz o texto na continuação, que Jó conseguiu orar por eles, por seus inimigos, Diz no final do capitulo 42, que Deus, lhes abençoou em dobro, com netos e bisnetos, e Jó morreu depois de 140 anos destes fatos acontecidos. E, morreu feliz. 

Nesta vida, todos nós passamos por decepções, por angústias, muitas agruras mesmo. Deus, tem o controle de todas elas, e nos sustenta, e não vai nos tirar delas. Mas, vai nos dar a capacidade de vive-las, sem esmorecer, sem sairmos derrotados. Deus, cuida muito de nós, apesar, de muitas vezes, não termos esta percepção. 

Que Ele nos fortaleça a todos! Fiquem com Deus!



PS Muito cuidado com as pessoas que escolhemos para estarmos bem perto. As vezes erramos, e escolhemos pessoas, que nos adoecem. Amigos, são amigos! Nos acolhe, e nos acolherá sempre, apesar de nós.

sexta-feira, 17 de março de 2017

Amigos de Outrora, não de Agora

Imagem relacionadaMe saltou aos olhos, Uns "amigos" de Jó. (com todo respeito, quem pensar o contrário.)
No final da capítulo 2, e mais no capítulos 3, 4, 5, 6, 7, 8 9, vai se narrando um diálogo destes amigos com Jó. Este, vocês sabem, estava literalmente nas cinzas. Estava, nu, cheio de feridas, fedendo, pobre, sem ninguém, (há não ser, sua esposa, um tanto revoltada). E, recebe então estes três amigos. Elifaz, Bildade, e Zofar.

Estes amigos, foram constituídos, na época das vacas gordas de Jó. E, souberam da desgraça de Jó, e vieram lhe fazer uma visita. Quando chegaram, ficaram chocados com a situação, e também sofreram muito, se emudeceram por um tempo, vendo o total sofrimento do amigo. Depois, começaram a refletir com Jó, querendo trazer bom senso, otimismo, refletindo o Jó, rico, o Jó cheio de filhos, o Jó cheio de mordomias, mas, fazem de um jeito, que começam a querer colocar a culpa em Jó, insinuando, que o que ele estava passando, era porque estava se opondo a Deus, que ele teria que pagar pelos erros, que Deus, é justiça, que precisava Jó, refazer algumas coisas, etc, blá , blá, blá.

Eu, não sei vocês, mas, tem momentos em nossa vida, que não precisamos de ninguém para colocar o dedo, mais ainda na ferida. Chegar na casa de um enlutado, cheio de doenças, muito pobre, sem mordomias, sem fartura alguma, emocionalmente acabado, sem apoio algum, porque até a mulher estava muito estressada, e ficar apontando os possíveis erros, as decepções, os enganos, as tristezas, não é muito humano. Especialmente, quando todos estão com suas vidas, confortáveis, dentro de uma normalidade. Passa até uma ideia de arrogância religiosa. "Eu, estou bem, porque sou um servo, sou uma pessoa correta, blá, blá".

Dá uma impressão também, que não será nunca atingido, por fraquezas, e desenganos, decepções, um semi-deus. Gosto de ressaltar, um texto da Bíblia, onde diz que: "Não há um justo se quer, não há quem busque a Deus" Rom 3, a partir do verso 10.
Vou dar aqui uma sugestão. Se você, não tem a capacidade de se calar, em vez de atrapalhar, se você, não tem a capacidade de estender a mão, para juntos saírem da crise, se você, não tiver a capacidade de se colocar no lugar do outro, e chorar com ele, é melhor ficar em casa, na sua igreja, no seu trabalho, no seu conforto, no seu mundinho egoísta, do que ir, causar mais humilhação e dor ao outro. No capitulo 6, verso 16 e 17 Jó compara estes amigos, ao um riacho na época do verão, do estio. Falta-lhe água! Não pode molhar. Em outras palavras... Não podem abençoar, ser benção ao outro. Espero que você, enquanto amigo, enquanto gente, possa ser um rio perene na vida de muitos! Sempre levando suas águas a quem precisar apesar das circunstâncias.

Por hoje é só. Fiquem com Deus!

quinta-feira, 16 de março de 2017

A Tentações Cotidianas

Resultado de imagem para imagem mulher jó
Estou pensando hoje, em Jó.

Há um ditado muito comum que diz: "Nenhuma desgraça vem sozinha. Vem sempre acompanhada, de uma desgraça maior."

Dizem os entendidos da mente humana, que nós precisamos de muitas emoções, de esquemas, de confrontamentos, para sairmos de uma letargia, da monotonia, dos marasmos. Passando por estas circunstâncias, seremos humanos melhores, mais produtivos, apurados em nossa essência. Mas, se perguntarmos a alguém, quem gostaria de passar pelas experiências de Jó, acredito que ninguém gostaria. Jó, além de perder, bens, filhos, poder, mordomias todas, perde também a saúde no capítulo 2, do livro de Jó. No verso 7 deste mesmo capitulo, o seu corpo fica coberto de feridas purulentas, dos pés a cabeça. Sua mulher, então vendo o sofrimento a humilhação, diz; Amaldiçoa o seu Deus, e morre.

Gostaria de fazer aqui, algumas considerações. 1ª, Pessoas, quando são atingidas ou grudadas, ou alcançadas pela graça inefável de Deus, aprendem de verdade a dependerem Dele. Aprendem a não murmurar. Aprendem a colocarem em prática, aquele texto que diz: (1 Tes 5:18) "Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus, em Cristo Jesus". Foi o que Jó fez. Aceitou tudo, com sobriedade, maturidade, dando testemunho de um Deus soberano que pode todas as coisas. Dar, e tirar. E, ainda assim, continuará sendo o Deus, Senhor da vida de Jó.

2ª Não considero ou considerei que a mulher de Jó, fosse louca, ou sem maturidade, ou não amasse Jó. Vejo justamente o contrário. Diz a Bíblia, que todos se afastaram de Jó, mas, ela continuou ao seu lado, nos piores momentos. Este casamento deles, foi a prova, de luto, da pobreza, humilhação, e agora doenças. Ninguém pode abrir a boca para falar que a mulher de Jó, foi leviana, que foi fútil , sem amor, sem misericórdia com o seu esposo. Em todo o tempo, ela estava ali, aguentando tudo junto com ele. Só que chegou uma hora, que ela cansou, estressou, e desabafou com o seu companheiro. Infelizmente nós mulheres temos uma língua muito afiada, e chega em determinados momentos, que passamos dos limites, e ofendemos a quem amamos. Quer filhos, marido, ou quem estiver por perto. (rsrsrs) Existem aquelas, mais comedidas, que conseguem sofrer muito, e mesmo na dor, ficam caladas. Parabéns a estas!

3ª consideração. Todos os dias somos vítimas de tentações várias. Quer com parentes, amigos, colegas de trabalho, doenças que nos advêm, e não devemos sair atirando no mundo, a nossa infelicidade. Ela é nossa, e devemos aprender com ela, sermos pessoas melhores, pessoas abnegadas, pessoas mais tolerantes, mais dependentes de Deus. Assim foi Jó.

Por hoje é só. 
Fiquem com Deus!

quarta-feira, 8 de março de 2017

Dia 8... da Mulher - Maria

Resultado de imagem para Maria adolescente jesus

Hoje, é o último texto da série de homenagens ao Dia Internacional da Mulher! Vou encerrar com uma mulher muito cantada, falada, lembrada, homenageada em muitas denominações cristãs. Maria, conhecida como mãe do Messias.

Esta jovem mulher, foi muito agraciada, ao receber a notícia de que seria a mãe do Salvador, o remidor de toda nossa culpa. Desta forma muitos creem. Que lição ou que lições podemos tirar desta vida? Muitas!

A primeira, é a resignação. Uma adolescente, interromper seu adolescer, para assumir a responsabilidade de ser mãe, não é nada fácil. Ainda mais, quando você, não espera, e não pediu para acontecer. Houve realmente submissão, e temor a Deus.

Segunda lição é preocupação com a sua família, os mais velhos, com a lei (religião da época), seu futuro marido..O que eles pensariam dela?, Como reagiriam? Isto é testemunho.

Terceira lição. Atitude, imediatamente, foi buscar conselhos, orientação, com alguém que confiava. Isabel, outra mulher sábia.

Quarta lição. Obediência. A família, e o seu noivo, tomam a decisão do casamento, e ela acata com alegria, coopera com todas as decisões.

Quinta lição. Disponibilidade. No reino de Deus, não podemos estar com o olhar voltado, para nossas prioridades, nossas coisas, nosso"umbigo". O nosso reino é celestial, e não terreal. Ela, já entendia pela fé, e pelos ensinamentos dos seus pais, que Deus, é soberano, e quando nós permitimos que Ele controle nossa vida, crescemos, muito para a glória Dele.

Sexta lição.Persistência. Nunca, na história de Maria com Jesus, ela foi negligente com Ele. O tempo todo apoiando, instruindo-lhe, ensinando a lei de Moisés (Torah), e ao mesmo tempo, diz a Bíblia, ela guardava tudo que ele falava, em seu coração. Isto é determinação, foco, concentração, sensibilidade.

Uma mulher, que tem estas características, vai ser lembrada por muitos. Será sempre exaltada. Lhe chamarão de bem aventurada mesmo.

Que possamos como mulheres, ter muitos destes predicados em nosso viver aqui na terra. Abençoaremos muita gente no nosso lidar diário com o outro.

Encerramos por aqui. Deus continue iluminando todos nós! 
Fiquem com o Eterno, até que ele volte novamente.

Boa Opinião

terça-feira, 7 de março de 2017

Dia7 - da Mulher - A Sogra Ideal

Resultado de imagem para google noemi rute orfa
Mês de março, estamos refletindo sobre mulheres especiais da Bíblia. Hoje, falaremos de três mulheres muito conhecidas na Bíblia. Noemi, Rute, e Orfa. Três mulheres viúvas, em um tempo que só tinha real valor, uma mulher com marido. 

Uma sogra, e duas noras. Culturas bem diferentes, idades diferentes, religiões ou credos, diferentes. A dor, as perdas, as subtrações, as desvantagens, a solidão, a fome, as unia. 

Mulheres fortes! Uma queria ser chamada de Mara, porque este nome significava amargura, e era assim, que Noemi se sentia. Amargurada, pois havia perdido mais, que as outras. Perdera o marido e os dois filhos, em um pequeno espaço de tempo. Chegou então a hora  dos ajustes, do luto, da separação. A sogra, era estrangeira ali, no meio de um povo sem misericórdia, cheios de preconceitos. 

Sabendo que já havia fartura na sua terra, quis então voltar. Como, não havia mais vínculo, porque agora eram ex-noras. Sem netos, e sem filhos para casarem com elas novamente, ficaram sem o elo de ligação. Havia respeito, havia afeto, havia amor, e cumplicidade entre as três. 

Noemi, chamou as duas, e disse que elas deveriam procurar amparo e proteção no meio do povo delas, porque ela, Noemi, não poderia fazer mais nada. E diz o texto, que elas choraram muito neste momento de despedida, e de ajustes. Orfa, entendeu a sogra, beijou-a, e resolveu acatar a sugestão da sogra, para voltar para sua casa de origem. 

A outra nora não aceitou. E disse:" não insistas para que  te deixes.  Vou a onde fores, morarei onde morares. O teu povo será o meu povo, e teu Deus, será o meu Deus". E, as duas voltaram para a região de Efrata. 

Fico imaginando....Que sogra boa!, Que sogra madura! Que sogra que ama! Mesmo sem querer, ela apresentou, apontou outros  caminhos, mesmo sofrendo. (Porque  quem  ama , quer o bem da pessoa.  Naquele momento, o que ela via de melhor era a separação. O deixar ir, o voltar atrás). Para mim, e para muitas mulheres  que creem que Deus tem a história sobre o seu perfeito controle, já sabia que uma, seria benção na vida da outra. E foi uma história linda delas duas. Tudo isso está registrado no livro de Rute. 

Mas, a pergunta que não quer calar, é a seguinte: por que muitas vezes, nós mulheres, noras, não conseguimos conviver bem com as sogras? Por que as sogras criam tantos ciúmes com os filhos, a ponto, de infernizar o juízo das noras? É muito comum, as sogras se meterem nos relacionamentos dos filhos, apontando, erros, apontando sugestões, quase como ordens. 

Precisamos como sogras, sermos como Noemi. Elegante no trato com as noras. Na hora das alegrias, celebrando juntas!  No cotidiano, nos afazeres celebrando também as parcerias. Quando aparecerem as dores, a pobreza, os descaminhos... Juntas também, irão  achar as saídas corretas. Uma, abençoando, carregando a dor da outra. Como foi no caso das três. 

Nós mulheres temos muito mais capacidades de entrosamento, de  união, de parceria, que a ala masculina. Lembrem aí! Nós podemos, nos abraçar, chorar no ombro da outra, ir ao banheiro juntas prosando, uma consertar o sutiã  da outra. Quando não tem espelho, uma passar batom na outra, ninguém vai nos julgar. 

Gostaria então de fazer um apelo aqui, a todas as sogras! Nós não podemos casar com nossos filhos! Então, facilitem a vida deles. Amando, cuidando, protegendo, ajudando, (se for um pedido ou se convocada) para que possamos ter forças e estratégias, na hora da dor. E, vocês bem sabem, quando a dor  vem, sofremos todos juntos. 

Precisamos estar todas olhando na mesma direção, para nos ajudar, mutuamente. Sogra boa, é vó boa, é mãe boa, é pessoa boa. A nora mais difícil do mundo, vai amar alguém que só sabe ser boa! Sua sogra. 

Fiquei por aqui hoje. 
Deus, abençoe a todos!

segunda-feira, 6 de março de 2017

Dia 5 e 6... das Mulheres - Jael

Resultado de imagem para imagem jael juizesMês de março, celebrando, o Dia Internacional da Mulher. 

Hoje, estaremos refletindo sobre a perspicácia de Jael. Somente no livro de Juízes, esta mulher foi relatada. Ontem, conversando sobre a juíza Débora, no texto, eu deixei, uma alerta, sobre esta batalha. Jael, e sua família (os queneus), havia se afastado do seu grupo, e dos seus familiares, e armaram suas tendas, num lugar mais afastado próximo de Quedes, debaixo de um carvalho. Sísera, era o general do exército inimigo, e este já estava sabendo que os israelitas estavam próximos ao monte Tabor. Então partiu para o ataque. E, apesar de todo seu aparato, seus soldados, e ele, foram derrotados. 

Então o chefe Sísera, desceu do seu carro, fugindo a pé, para não ser morto. Jael, assistindo a cena, então, convida Sísera para dentro da sua tenda. Verso 18 do capitulo 4. "Venha para minha tenda, ali, o senhor estará a salvo. Não tenha medo". Ele entrou na no lugar, muito cansado, e ela o cobriu com uma coberta. Verso 19, "estou com muita sede, me dê um copo de água. Ela foi além, lhe deu um copo de leite. (ela lhe cobriu novamente.) 

No verso 20, ele lhe dá outra ordem. "Fique a porta da tenda, se chegar alguma pessoa, perguntando se há alguém aqui, diga-lhe que não". Ela, então foi lá fora, e como sempre fazia as pontas das estacas para armar as tendas, (este era um serviço das mulheres. Rsrsrs. Mais um serviço nosso). Conhecia então, muito bem a estaca mais afiada, e pegou. Pegou também o martelo, e foi para o quarto onde estava o general, silenciosamente. 

Diz a Bíblia,que ela cravou a estaca nas têmporas de Sísera, e este morreu. Logo mais, ela então chamou Baraque e mostrou-lhe o homem, que ele estava procurando. Assim, Deus entregou a vitória da guerra a Jael, que foi muito cantada pelo exército de Débora e Baraque. 

Algumas lições aprendemos com esta guerreira. Lição 1- Não é porque uma mulher é somente do lar, que não tenha outras habilidades, e seja do tamanho das "panelas". Mesmo ela dentro da sua tenda, com seus afazeres domésticos, estava bem antenada, no que se passava, com o seu povo, seu governo, com a política. Até o nome do comandante ela sabia, e mesmo sem conhecer pessoalmente, fez leituras de uma situação. 

Lição 2- Discrição. Seus planos, não foram espalhados com as vizinhas, com as fofocas, nem com os de casa. Segurança e assertividade no que pretendia fazer. 

Lição 3- Não brigou, e nem discutiu com o homem, acatou as suas orientações, como parte de onde queria chegar. Ela o convidou, e foi além, aqueceu-lhe, agasalhou-o. Ele pediu água, ela foi completa. Lhe deu leite, (leite relaxa) para dormir. Cobriu-lhe novamente. (não despertar curiosidades nele). 

Lição 4- Planejamento de cada etapa com eficiência. Até a estaca, ela sabia qual era a melhor. 

Lição 5- Modéstia, simplicidade. Não alarmou para os outros, seus feitos, não celebrou antes da hora. Convidou a pessoa certa, e lhes prestou conta. 

Lição 6- A última. Ganhou uma guerra, uma batalha sem sair de casa. A primeira batalha que temos que vencer, é dentro de nossa casa. Equilíbrio, moderação, temperança, saúde emocional de todos, organização entre os domésticos. Amor e afetividade aos filhos, respeito ao diferente. Se como mulher, consigo este feito, as demais coisas virão naturalmente. Jael, uma mulher estratégica. Cheia de competências.

Eu, e você podemos ser uma Jael. Basta-nos a força de vontade, e sensibilidade estratégica. Nós somos mulheres guerreiras! De batalha em batalha, vamos nos firmando como mulheres especiais! 

Por hoje é só. Fiquem com Deus!  (Facebook)

domingo, 5 de março de 2017

Dia5... da Mulher - Débora

Imagem relacionadaMês de março, estamos de uma maneira bem simples, fortalecendo este dia 8. Dia internacional da Mulher, lembrando de algumas mulheres, que no seu tempo, foram especiais também. Escolhi para isso, algumas, mulheres da  Bíblia.  Já falamos sobre a primeira mulher, Eva, depois a mulher de Ló, depois algumas mulheres. Joquebede, Miriam, as parteiras Sifrá e Puá, e a filha do faraó. Ontem conversamos sobre a prostituta Raabe, e hoje vamos conversar um pouquinho sobre a Juíza Débora. 

Este povo conhecido como povo de Deus, estava vivendo uma época difícil, por causa das muitas guerras, e estas aconteciam, pela desobediência demasiada do povo. Cerviz dura. É neste contexto que chegamos em Débora. Ela então, assumiu o comando do povo, e governava debaixo de uma palmeira entre as regiões de Ramá e Betel.  

Esta mulher, diz a Bíblia, no livro de Juízes, no capítulo 4, que os israelitas procuravam-na para resolver suas questões. Foi uma ótima líder, a ponto de ir literalmente junto com Baraque para a guerra. (não era comum mulheres governarem homens, e nem participarem diretamente das guerras.) 

Quantas batalhas nós mulheres assumimos em nossa vida? Quantas vezes, fazemos ou cumprimos o papel de juízas dentro das nossas casas, com os nossos filhos? Quantas verdadeiras guerras já vencemos como adjutoras do lar? Uma mulher, especialmente aquela que teme ao Senhor, tem todas as condições necessárias para advogar justas causas e causas justas, em qualquer lugar. Sem mordomias, sem aparatos, debaixo de um teto de palha, ou de vidro, ou debaixo de uma palmeira, ou no tempo ermo mesmo. 

Somos resistentes! Somos fortes! Tenho certeza, que muitos dos nossos companheiros fizeram e fazem conosco, como Baraque fez com Débora, a juíza. "Sou vou consegui, se você for também, se você for comigo". 

Sei que existem por aqui hoje, muitas Déboras. Juízas, advogadas, guerreiras, comandantes, administradoras, provedoras. Deus, abençoe cada uma, em sua própria batalha diária, debaixo de qualquer teto. Você é uma Débora dos dias de hoje. 

Esta batalha foi vitoriosa! Veremos amanhã, como ganharam esta guerra. 

Por hoje é só. Fiquem com Deus!

sábado, 4 de março de 2017

Dia4... da Mulher - Raabe



Estamos nestes dias, conversando, escrevendo, sobre a benção de ser mulher. Deus, estava com vontade mesmo de superar ainda mais, a sua última criação. O homem! Imaginou... e preparou, a partir de Adão, a primeira mulher Eva, mãe da humanidade. A coroa da criação.

Hoje, quero ressaltar aqui a vida, e a instrumentalidade de Raabe, a prostituta, como é citada na Bíblia. Esta mulher, está citada no livro de Josué, e teve uma grande importância para o povo judeu. Raabe, morava em Jericó, e sua maneira de ganhar a vida, era como prostituta. Sua casa, era construída em cima dos muros que protegiam a cidade.
Um dia ela fazendo o uso das muitas inteligências que uma mulher possui, capacidades estas, dadas por Deus, resolveu tomar alguns posicionamentos. Precisava fazer alguma coisa para escapar com vida, das muitas guerras, que envolviam seu povo, e ultimamente a fama das vitórias dos hebreus era muito grande. Ficou com medo, pela forma, como as coisas estavam sendo conduzidas pelos seus líderes, e, resolveu tentar algo diferente. Acolheu então em sua casa dois espias, escondeu, protegendo-os, e ainda orientou a saída deles para não serem apanhados.

Dentro, destes momentos de conhecimento, de relacionamento com estes dois homens, ela então, viu uma grande oportunidade de livramento, de ser respeitada, de ser acolhida, e possibilidades também, de vínculos com outros povos, dando assim um novo rumo a sua história.

Ela então, começa a pedir proteção, para ela, e para toda sua família, àqueles a quem ela tinha aprendido a amar. No verso 12 e 13 do capítulo 2 de Josué, ela pede a eles então, misericórdia, compaixão pelos seus. E, eles atenderam. Deram uma orientação, a ela: deixe esta mesma corda vermelha aqui na janela, e coloque todos vocês juntos aqui, para que possamos livrá-los. Ela cumpriu.

Toda sua família foi salva, e ela passou a integrar o povo conhecido e chamado povo de Deus. Ela construiu para si, e para a sua família pontes. Laços tão importantes, que seu nome, sua história aparece na genealogia do Messias, do Cristo, no Novo Testamento.
A mulher tem uma virtude, que acredito eu, é uma das mais importantes. Quer seja ela, branca, negra, pobre, rica, prostituta, ou não, gorda, ou magra. Nós quando temos poder, nós quando temos, dinheiro (no lar), nós quando empreendemos qualquer coisa, não fazemos uso destes recursos pensando somente em nós mesmas. Pensamos num bem maior, para uma causa maior, para um contingente de pessoas que precisam de nós.
Exemplo: limpa-se uma casa, para todos, passa-se uma roupa para todos, faz-se comida para todos, visitas para muitos, trabalhos para todos, acode amigos ou não, basta ser solicitada. Administra-se, para uma bem maior! Raabe, no seu tempo, venceu seus preconceitos, suas mazelas, venceu suas limitações e articulou, para todos que ela amava.
Raabe, uma mulher como eu, como você. Cheia de problemas, mas, com um olhar nobre. Guarda sua dor, e vai acudir a dor do outro.

Por hoje é só. fiquem com Deus! 
www.boaopiniao.tk